Compatibilidade Eletromagnética: Normatização e conceitos gerais

1. Normatização aplicável
• EN 50160
• EN 55022
• EM 50081 – EMC – EMISSION
• CISPR 22 – CONDUCTED AND RADIATED DISTURBANCES
• DIRETIVA 85/374/CEE
• IEC 61000-4-2 – ELECTROSTATIC DISCHARGES
• IEC 61000-4-3 – EM FIELDS
• IEC 61000-4-4 – FAST TRANSIENTS
• IEC 61000-4-5 – SURGES
• IEC 61000-4-6 – RF CURRENTS
• IEC 61000-4-7
• IEC 61000-4-8 – MAGNETIC FIELDS
• IEC 61000-4-9
• IEC 61000-4-10
• IEC 61000-4-11 – VOLTAGE DIPS
• CENELEC CTE 210 – COMPATIBILIDADE ELETROMAGNÉTICA
• CENELEC CTE 81X – PROTEÇÃO DE LINHAS DE TELECOMUNICAÇÕES CONTRA DESCARGAS ATMOSFÉRICAS

Outras referências:
• Site de diretivas EMC (UE 89/336/CE)

2. DEFINIÇÕES
2.1. Interferência eletromagnética: caracteriza-se pela influência entre equipamentos de forma a descaracterizar os sinais de comunicação. Depende do nível de ruído do emissor e da sensibilidade do receptor. Em geral, a interferência causa perdas em equipamentos (devido aos efeitos térmicos, de campos elétricos e magnéticos).
Para resolver um problema de interferência eletromagnética, tem-se três estratégias principais:

• Diminuir o nível de ruído do emissor;
• Atuar no meio para diminuir a interferência ou evitar ou reduzir o acoplamento;
• Diminuir a sensibilidade do receptor ao ruído.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s