Reação da Armadura em Estado SubTransiente

Assumindo-se um gerador carregado e operando em estado permanente, quando a corrente do estator varia bruscamente em magnitude (como no caso de um curto-circuito nas espiras do estator), o fluxo adicional produzido pelo enrolamento do estator irá envolver a superfície dos pólos do rotor.

Durante esta condição transiente, ou mais apropriadamente chamada de condição subtransiente, um fluxo adicional é forçado a ocupar a região entre o entreferro e a superfície dos pólos do rotor. Esta é uma condição de alta relutância.

Pela mesma razão das reatâncias transientes, as reatâncias subtransientes são derivadas, e são analogamente chamadas: “Reatância SubTransiente de Eixo Direto” (X”d) e “Reatância SubTransiente de Eixo de Quadratura” (X”q).
Fonte: Handbook of Electrical Engineering, de Alan L. Sheldrake

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s