Confiabilidade de sistemas elétricos

A confiabilidade de sistemas elétricos visa estabelecer uma metodologia para determinar a disponibilidade de um sistema de energia elétrica, apresentando os métodos para estimar perdas.

 

Por definição, confiabilidade é a “probabilidade de um componente ou sistema cumprir suas funções pré-fixadas, dentro de um período de tempo desejado e sob certas condições operativas”. Por isso, a confiabilidade está diretamente relacionada com a continuidade operacional, e medidas relacionadas a manutenções preditivas e preventivas só aumentam a confiabilidade.

A duração de vida de um equipamento elétrico, por exemplo, é o tempo durante o qual este equipamento conserva suas funções, tais quais foram concebidas, admitindo as paradas programadas para manutenções. Quando um equipamento apresenta perda parcial ou total de um componente ou modificação significativa das suas funções originais, dizemos que houve uma falha.

A confiabilidade é medida também pela taxa de falhas, que é um número médio de falhas num dado período de tempo sob avaliação. Já o tempo que o equipamento leva para retornar ao serviço, após reparo, é chamado tempo de reparo.

Existem três termos muito comuns em confiabilidade, relacionados ao tempo de reparo:

MTTR (Mean Time To Repair – Tempo Médio de Reparo)

MTTF (Mean Time To Failure – Tempo Médio de Falha)

MTBF (Mean Time Between Failures – Tempo Médio Entre Falhas)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s