Considerações gerais sobre instalações elétricas em áreas classificadas (montagem de eletrodutos)

Bueiros tem explodido com certa frequência no Rio de Janeiro…incêndios em casas têm sido causados pelo vazamento do gás de cozinha…o que será que estes eventos têm em comum?

Das nossas aulas de Ciência sabemos que o triângulo do fogo é composto por um combustível (o que queima), comburente (o que propicia que a queima ocorra) e a fonte de ignição. Em casos práticos, um gás inflamável (como o GLP ou outro hidrocarboneto) pode ser o combustível, o oxigênio presente no ar o comburente e a fonte de ignição qualquer faísca ou centelha decorrente do atrito ou uma elevação de temperatura capaz de causar uma ignição. Juntos, estes três elementos podem gerar explosões e causar muitos estragos!

Então, o que é necessário para evitar os desastres?

Simples: eliminar a fonte de risco, ou seja, a presença do gás inflamável no caso de áreas classificadas ou eliminar a fonte de ignição, visto que se conseguíssemos eliminar o oxigênio do ar morreríamos todos asfixiados!

Mas será que é fácil eliminar todos os tanques de hidrocarbonetos, esferas de gás, chaminés, bombas de uma refinaria de petróleo, por exemplo, para atender a segurança? Ora, eliminar os processos químicos de uma refinaria seria acabar com sua própria razão de ser.

Então, resta uma única opção: gerenciar e controlar o risco. Por isso têm sido desenvolvidos equipamentos e materiais para áreas classificadas. Para que as instalações elétricas (necessárias também para os processos) possam estar presentes sem causar estragos.

Mas como medir e garantir a máxima temperatura de superfície de um painel elétrico, de forma que ele não seja capaz de causar uma ignição do gás que está no ambiente? Como conter uma centelha, inerente à própria operação de dispositivos e equipamentos elétricos?

Aí surgem os diversos tipos de proteção para equipamentos elétricos em áreas classificadas, chamados de Ex. Assim, você já ter ouvido falar do Ex-d, Ex-e, Ex-i, Ex-n, Ex-p…mas o que são essas letrinhas depois do Ex?

Cada letrinha representa um tipo de proteção. À prova de explosão (d), segurança aumentada (e), segurança intrínseca (i), não acendível (n), pressurizado (p)…cada tecnologia apresenta uma solução diferente para esta proteção! A Ex-d por exemplo confina a centelha dentro de um invólucro impedindo seu encontro com o gás inflamável; já a ex-e faz com que a proteção seja feita no próprio equipamento, injetando plástico por exemplo, nos espaços vazios dentro de um disjuntor, por exemplo, confinando o arco das manobras.

E como se faz uma instalação elétrica (montagem de eletrodutos) em áreas classificadas? Bem, você teoricamente não precisa utilizar eletrodutos à prova de explosão, por exemplo, para fazer o encaminhamento de circuitos em áreas classificadas. O pensamento é o seguinte: você precisa encaminhar o circuito do ponto A ao ponto B e precisa passar pela área classificada, então, como o circuito estará energizado (haverá passagem de corrente elétrica pelos condutores), esta energia não pode ser capaz de gerar uma ignição (explosão). Então, a idéia é de que o gás não passe para o interior dos seus condutos, não é isso? Visto que você terá que passar seus circuitos por lá. Para que este gás não passe, veja que por si só o eletroduto não garante nada, você precisa de um elemento que “sele” as junções e impeça a passagem do gás…este elemento são as unidades seladoras, que você irá colocar entre o eletroduto e o equipamento, na chegada dos cabos para o mesmo. Esta posição é estratégica, pois limita a extensão que o gás percorreria se atingisse a centelha (nenhum eletroduto suportaria a pressão de uma explosão interna e destruiria toda a instalação). Deu pra visualizar?

Classificação de áreas é um capítulo à parte em instalações elétricas. O material de estudo é vastíssimo! E sempre estão tendo novidades…recentemente passou a vigorar uma certificação para pessoas especialistas em projeto, construção, montagem e operação de instalações elétricas em áreas classificadas (antes esta certificação Ex era só para equipamentos). A idéia é treinar as pessoas e certificá-las para trabalhar com áreas classificadas. Isso vai dar um grande incremento de qualidade nos trabalhos.

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s