Acidentes em eletricidade no lar

A Engenharia Elétrica é uma área vastíssima, de diversas especialidades. Por isso, e como já era de se esperar, não há uma só pessoa que possa conhecer tudo neste ramo da Ciência. Contudo, para se trabalhar com a Engenharia Elétrica, é necessário jamais esquecer dos princípios básicos, sobretudo de segurança; pois quando se trata de eletricidade, pode não haver uma segunda chance.

Infelizmente, todos os dias lemos notícias relacionadas a acidentes com eletricidade no lar. Será que falta a formação básica para a população, dos princípios básicos em eletricidade, para prevenir acidentes? Será que o que falta é a atenção redobrada, mesmo em casa, quando precisamos intervir em instalações elétricas? Ou ainda, o que falta é quem tem o conhecimento empregar maiores condições de segurança para evitar que os leigos, que não têm a menor obrigação de entender de eletricidade, se acidentem? Vamos analisar a notícia abaixo, veiculada há pouco tempo nos jornais.

Um casal, enquanto lavava a casa, foi eletrocutado. Os vizinhos informaram que o casal não havia desligado o disjuntor geral da casa, e todas as tomadas permaneceram energizadas durante a limpeza.

Um dos procedimentos básicos de segurança em eletricidade é a desenergização de circuitos, conforme preconizado na NR-10 (desenergizar, bloquear, detectar ausência de tensão,instalar aterramento temporário e identificar, nesta ordem). Ou pelo menos, desligar a fonte de excitação – sinal de tensão senoidal (neste caso o disjuntor geral). A água, como sabemos, apresenta alta condutividade elétrica, neste caso o pior caminho para a corrente elétrica levar a óbito duas vidas.

E o que dizer dos trabalhadores da construção civil que se acidentam ao movimentar vergalhões abaixo de redes de distribuição elétrica e até mesmo cidadãos comuns que nos fins de semana sobem ao telhado para fazer reparos na antena? Segundo a NR-10, no item 10.8.9, trabalhadores que não intervenham diretamente em instalações elétricas, mas que trabalhem na zona controlada, devem ser formalmente instruídos sobre os riscos da eletricidade. Em resumo, todo e qualquer trabalhador, antes de executar qualquer serviço, deve ter conhecimento exatamente dos riscos inerentes à sua atividade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s