Já pensou nisso…?

Créditos: Charge Mafalda, autor Quino

Como você está se sentindo hoje?


 

– Eu estou aqui para escutar o que você tem a dizer.


“A psicanálise ocupa, além de uma função terapêutica, o lugar de certa filosofia imanente da existência, preenchendo os vazios do discurso, tão intoleráveis e angustiantes”.

(Maria Rita Kehl)

Sobre mim

Psicanalista, escritora, engenheira, palestrante. Participante do Círculo Psicanalítico da Bahia. Colaboradora dos canais no Youtube: Patrícia Lins de Paula, Ponto de Estofo, Lições de Amor e Raciocínios Espíritas.

Quer saber mais? Veja meu currículo lattes. Conheça meus livros. Ou ainda, leia o memorial que redigi, contendo breve narrativa de minha trajetória.


Produção textual

Psicanálise

Engenharia Elétrica (clique para abrir)


“A psicanálise é, em essência, uma cura pelo amor”

(Sigmund Freud)

Apresento a você três razões para escolher a psicanálise:

RELACIONAR-SE

 

Quanto maior a resistência, maior a dificuldade de reconhecer nossas questões, e quase sempre mais insistentes os problemas de relacionamento. Por outro lado, o contexto social do séc. XXI é hedonista e individualista, nutrindo uma ilusão que é possível viver sem dor e sozinho, o que torna se relacionar cada vez mais difícil.

AUTOENCONTRO

Estar na presença do outro ajuda a vencer, aos poucos, as resistências individuais de lembranças encobridoras de nosso psiquismo. O analista mostra o que lhe é apresentado, favorecendo um autoencontro. Por isso, a análise requer que o sujeito se implique, pois é uma decisão da ordem do desejo. É preciso querer se autoencontrar.

ACOLHIMENTO SEM JULGAMENTO

A Psicanálise não faz juízo de valor sobre o desejo, que não é ético nem antiético. Talvez um dos raros lugares onde podemos estar sendo nós mesmos, afrouxando a repressão, sem a preocupação do julgamento alheio, é em análise. Mais importante do que dar um nome ao que se tem, é entender por que se sofre, e é isso que se busca investigar.


E como todo fim é também um começo…

 

… até breve!


Contato

Fale comigo

 


Siga-me nas redes sociais